Arquivo para a categoria ‘Design’

hotel subaquático

A empresa Dubai World fechou um acordo com uma empresa suíça para construir hotéis abaixo do nível do mar em Dubai. A cidade dos Emirados Árabes Unidos é conhecida por ser extremamente moderna, com os maiores arranha-céus do mundo com tecnologias avançadas e largas avenidas.
O Water Discus Hotel será construído parcialmente debaixo d´água. Ele terá dois discos. Um acima da água e o outro submerso, que ficará a 10 metros de profundidade. Os dois serão ligados por escadas e elevadores, os quais permitirão o acesso dos hóspedes aos ambientes.

O hotel terá 21 quartos, além de um saguão e um bar. Os quartos terão paredes transparentes, com uma iluminação especial. Assim, os hóspedes poderão enxergar até os menores seres aquáticos.

O hotel deverá custar 120 milhões de dólares. A empresa responsável pelo design do hotel é a Deep Ocean Technology (DOT). Ela afirma que todas as medidas de segurança serão feitas para que os hóspedes não corram nenhum risco.

O objetivo da DOT é que uma parte seja construída acima do nível do mar, com uma altura suficiente para que o hotel não corra riscos em caso de tsunamis e alagamentos. Por sua vez, a parte submersa terá com um mecanismo capaz de subir à superfície automaticamente nos momentos de perigo.

Com esse projeto, Dubai deve receber mais uma inovação. A DOT acredita que o hotel aquático também vá abrir um novo campo para a criação de ecossistemas subaquáticos.

fonte: http://info.abril.com.br/noticias/tecnologias-verdes/dubai-ganhara-hotel-subaquatico-03052012-43.shl

Projetos 2014

O Ministério da Cultura (MinC) anunciou os dois finalistas do Concurso Nacional de Arquitetura Arenas Culturais, que escolherá o melhor projeto para a construção de espaços coletivos de convivência para a Copa do Mundo de 2014. Os escritórios Chirochi Shimizu, de Santa Catarina, e Oficina de Arquitetos, do Rio de Janeiro, foram os dois escolhidos.

 

A proposta do governo é construir 12 espaços simultâneos de conteúdos culturais brasileiros, divididos em quatro focos: Brasil Diverso, Brasil Audiovisual, Brasil Criativo e Brasil das Artes. As Arenas Culturais irão receber mostras de gastronomia, design, dança, música, teatro e outros itens que oferecerão aos visitantes uma visão do conjunto do país. Cada um dos espaços será construído em uma das cidades-sede do Mundial.

O projeto de Chirochi Shimizu propõe a construção de um edifício com fachada composta por brises, que representam as ocas dos balaios indígenas. O verde, cor representativa do Brasil, segundo com os arquitetos, está presente nas paredes e na vegetação.

A Arena proposta no projeto de Santa Catarina será construída no centro de uma praça pública com diferentes níveis, para integrar os espaços internos e externos. Estes níveis se conectarão por degraus cobertos por grama.

Já o projeto da Oficina de Arquitetos prevê a construção de uma estrutura metálica com cobertura circular, fazendo referência ao formato da bola de futebol. O anel da cobertura será formado por hexágonos de LED controlados por um computador, transformando-a em um placar eletrônico.

Uma praça também fará a integração entre e arena e o público. De acordo com os arquitetos, as peças utilizadas na construção da estrutura poderão ser reutilizadas em creches e escolas da cidade sede.

O projeto vencedor será anunciado pelo MinC no próximo dia 10 de outubro, durante cerimônia realizada em Salvador, na Bahia. O primeiro colocado receberá um prêmio de R$ 25 mil e um contrato com o MinC no valor de R$ 315 mil para desenvolver os projetos executivos de arquitetura e engenharia. O segundo colocado receberá R$ 15 mil.

De acordo com o Ministério, dos quatro projetos apresentados ao júri, dois foram desclassificados por não atenderem ao edital do concurso. Assim, não será entregue o prêmio anunciado para o 3º colocado.

Chirochi Shimizu (SC)

 

 

 

Oficina de Arquitetos (RJ)

 

 

 

 

Integração

 

Pode parecer que a cozinha e a lavanderia não tem muito em comum, mas elas têm.

Primeiro, por se tratarem de ambientes molhados e, depois, porque sempre ficam próximas na maior parte dos projetos que a gente tem acesso, não é verdade?

A lavanderia e a cozinha têm muito a ver com limpeza e, nesse caso, temos que prestar atenção para conseguir organizar os dois ambientes corretamente.

Seguem, abaixo, algumas dicas:

  • Com crianças em casa, tanto na cozinha como na lavanderia, devemos prestar muita atenção na altura dos objetos e nos produtos que podem causar danos;
  • Usar cestas plásticas, nos dois ambientes, facilita a limpeza caso vaze algum produto;
  • As cestas também ajudam a dividir melhor os produtos: tira limo, amaciantes, panos de limpeza etc.
  • Prateleiras servem para guardar os objetos e, ao mesmo tempo, para a decoração;
  • O ideal é dividir sempre tudo por tipo, assim sabemos exatamente o que temos e em que quantidade. No caso da cozinha (despensa) isso é imprescindível para a sua organização;
  • No caso dos plásticos e panelas, que ocupam um espaço grande, vale guardar tudo sem a tampa, empilhar conforme formato e guardar as tampas também em uma cesta plástica separada. Assim, você ganha o dobro de espaço nos armários!

Como vocês podem ver, as cestas são as grandes aliadas na organização da cozinha!

 

Construção na China

O escritório de arquitetura norte-americano Trahan Architects teve seu projeto selecionado pelo grupo chinês Henan Hongguang Industry Group para a construção um edifício de uso misto em Zhengzhou, capital da província de Henan, na China. O empreendimento abrigará duas torres de hotel, além de escritórios e residências.

 

O complexo de aproximadamente 400 mil m² possui três torres e um grande átrio central. Os formatos dos edifícios são diferentes entre si: enquanto uma é bem triangular, outra tem é mais achatada e a terceira possui seus cantos arredondados. Para conectar os espaços, os arquitetos sugeriram que seja implantando um espaço verde de convivência no mezanino das torres.

Os edifícios ficarão ao lado da Erqi Tower, torre de 27 andares que atualmente é o principal ponto turístico da cidade. O projeto do Trahan Architects faz parte de um plano de desenvolvimento de Zhengzhou.

A prefeitura da cidade está analisando o projeto, que ainda não tem data para começar a ser construído. Este é o primeiro empreendimento do escritório fora dos Estados Unidos.

 

 

 

 

 

Fonte :  http://www.piniweb.com.br/

Madeira para construção

A madeira é um material utilizado em larga escala e há muito tempo na construção civil. Desde a estrutura até o acabamento, a madeira pode ser aplicada em diferentes áreas da edificação oferecendo bom resultado final, além de sua beleza natural. Há uma grande variedade em espécies e tipos de madeiras o que é determinante para sua aplicação, que é feita à partir das características apresentada por cada tipo desse material. A madeira é um produto natural suscetível a fatores externos que podem alterar seu aspecto e suas propriedades, por isso é muito importante ter atenção e tomar os cuidados básicos, para manter assim a qualidade, segurança e beleza desse elemento.

A estrutura da construção visa dar sustentação a edificação, por isso a madeira indicada para essa finalidade são as de alta densidade, que apresentam maior resistência e durabilidade, entre esse tipo estão a cumaru, roxinho, jatobá, pequiá e itaúba. Para guarnições as espécies de fibras retas são as mais indicadas, de preferência que sejam secas em estufa, pois não empenam, entre essas estão jequitibá rosa, cedro rosam e angelim pedra. Para lambris é indicado a utilização das madeiras cedrinho, freijó, andiroba e caixeta. Para construção do telhado as madeiras recomendadas são paraju que é bem resistente, maçaranduba e peroba rosa que resistem ao ataque de cupins, mogno e garapeira.

Fonte: http://clickobra.com

Cores em tom degrade

 

A decoração é um departamento da residência que oferece variadas opções e conforme a sua composição pode proporcionar diferentes estilos de interiores. A diversidade sempre muda de acordo com a tendência da estação ou período. As cores são utilizadas em tonalidades diferentes, a grande disponibilidade e tons diferenciados pode ocasionar indecisão para escolher a cor ideal. A tendência que se aproxima com a primavera, que vem agregada à uma boa dose de calor, disponibiliza a utilização e aplicação de cores em tons degrade. A decoração em degrade possibilita aplicação em todas as peças que compõem a residência como cortinas, tapetes, vasos, almofadas, poltronas, entre outros elementos e objetos.

Geralmente há grande dúvida quanto a cor que será aplicada em determinado cômodo ou espaço da residência, a tendência em tom degrade permite a utilização de tons variados que proporcionam ao ambiente um toque delicado com leveza e charme. A aplicação pode ser realizada com tons mais escuros ou claros de uma única cor ou também é possível mesclar a mudança de tom à cores diferentes. Essa decoração pode se tornar uma verdadeira brincadeira, permitindo realizar composições descontraídas o que oferece ao ambiente sentimento alegre e versátil.

O importante é evitar a utilização das cores em excesso, pois é possível atingir efeito contrário. Para realizar uma composição de bom gosto é preciso uma boa dose de imaginação. Confira algumas composições de decoração em tom degrade:

 

 

 

 

 

Fonte: http://clickobra.com

Quadros na decoração

 

Quando o assunto é decoração as dúvidas aparecem sempre e por todos os lados. A utilização de quadros para decorar, conforme a obra de arte, estilo, moldura e disposição é capaz de tornar a decoração impecável e única. Os quadros oferecem inúmeras possibilidades e podem ser aplicados em todos os cômodos da residência como na sala de estar, sala de jantar, quartos, banheiros, corredores e cozinha, mas é importante realizar a aplicação com cautela, pois exageros podem poluir o ambiente ou oferecer um resultado ruim.

Para paredes com espaço amplo e livre de móveis as possibilidades são ainda melhores e maiores. É possível variar e divertir-se com a disposição dos quadros, utilizando diversos tamanhos que podem ser aplicados até bem próximo o piso. Na arrumação busque proporção e sensação agradável aos olhos. Para os lofts os quadros permitem tamanhos diferenciados, proporcionalmente grande tamanha a amplitude e espaço, as cores podem contrastar com o tom do ambiente, principalmente se o loft seguir a aparência mais próxima dos estilos tradicionais. O hall de entrada é também uma área convidativa ao uso de quadros, pois logo na entrada da casa é possível causar uma boa impressão, um quadro maior pode fazer a composição do hall como um todo.

Quando o quadro é selecionado para ocupar o espaço acima do sofá a principal observação é o tamanho do quadro em relação o tamanho do sofá, principalmente se a aplicação for de apenas uma peça. No quarto de casal eles podem ficar localizados acima da cabeceira da cama é possível realizar combinações muito charmosas. Obras de artistas renomados merecem destaque por isso prepare a parede mais ampla e com maior visibilidade do cômodo onde será realizada a aplicação. Não há uma forma correta de dispor seus quadros, as combinações podem ser diferentes, personalizadas, o quadro deve completar ou compor a decoração do ambiente, jamais permita que os itens briguem entre si. Atenção, carinho e bom gosto são infalíveis para decorar acertadamente! Confira algumas  aplicações:

 

 

 

 

Fonte: http://clickobra.com

Nuvem de tags